bodes e salas

nosso trabalho é deixar
os mais vulneráveis confortáveis
em suas vulnerabilidades

ou

contribuir para que eles
superem essa condição?

talvez a maioria responda sem titubear
que buscamos a segunda opção

OK
mas….

como alcançá-la quando:

– disputamos recursos entre nós
– evitamos ouvir algumas verdades indigestas
– atuamos em soluções rasas e de curto prazo
– geramos dependência em org e comunidades

enquanto nos entorpecemos
com premiações, palcos, cases de ‘sucesso’
e nos iludimos com grants de 20k

nos esquecemos
que os problemas socioambientais
seguem nos pondo no bolso

E então porque não debatemos
algumas crenças equivocadas que nos rodeiam
na fantástica fábrica do impacto?

– de que generosidade é um substituto de justiça social

– de que os causadores da desigualdade
são os mais indicados a resolvê-la

– de que devemos agradecer pelos recursos recebidos
sem questionar a forma como foram gerados

– de que negócios são a melhor forma
de transformar a vida de pessoas
ao invés da democracia/vida pública

– de que é possível mudar o mundo
mas sem abalar estruturas

vou recolher meu realismo
à minha insignificância
e
seguir cá com meus botões
pensando que não vamos longe

se não continuarmos colocando
estes vários bodes na sala

#impactonaencruzilhada

O post bodes e salas apareceu primeiro em Fábio Deboni.