a máquina de mudar o mundo

mudar o mundo
virou sloogan fácil
aqui e acolá

mas refletir nunca foi tão necessário:

– de qual mudança estamos falando?
– de qual mundo?
– mudar pra quem?
– mudar em qual direção?

mudar reciclando cápsulas
de café expresso?

mudar sem tocar em temas
que realmente importam?

mudar sem nos reconectarmos
com a política?

mudar
pra seguir produzindo
desigualdades e injustiças?

sei lá
algo que me diz
que mudar o mundo
passou a significar pouco
hoje em dia

sobretudo quando
ele foi acoplado ao
‘ganhar dinheiro’

‘mudar o mundo e ganhar dinheiro’

embora seja uma síntese didática
ela, talvez
esvazia os aspectos estruturantes
que estão embaixo desse iceberg

nunca foi tão necessário
refletirmos
sobre o assunto

mas
a lógica do problema-solução
dos métodos ágeis
e do unicórnio
que nos rodeiam

tem feito pisarmos no acelerador
ao invés de aprofundar
em algumas destas questões

afinal
não há tempo a perder
pois
é preciso ‘mudar o mundo’
com urgência

ou
‘ganhar dinheiro’
com urgência?

ao que parece
a confusão
não é mera coincidência

#impactonaencruzilhada

O post a máquina de mudar o mundo apareceu primeiro em Fábio Deboni.