sobram negócios, falta impacto?

com o boom do impacto, ESG e afins
muitos negócios já existentes
que evitavam a agenda socioambiental
embarcam nesta janela de oportunidade

conversão pro-impacto é sempre bem vinda
sentar na janelinha
deixa pra lá

mas
e quanto aos fazedores de impacto
que nunca lidaram bem
com modelos de negócio e
com a dimensão econômica?

eles seguem, digamos
numa proposta de impacto raiz
e longe dos holofotes

triste constatação

voltando ao título
talvez a formulação mais correta seria:

sobram empreendedores
de olho em surfar essa onda do impacto

ou

sobram fazedores de impacto
com pouca pegada empreendedora?

reformular a pergunta é possível
de inúmeras maneiras

mas
pra uma certa parte
de um certo ecossistema
está tudo bem

o que importa
é mais e mais capital
ancorando suas caravelas
neste novo eldorado
chamado, por enquanto,
de impacto

#impactonaencruzilhada

O post sobram negócios, falta impacto? apareceu primeiro em Fábio Deboni.